Fábula dos Planetas

***** Sunt bona, sunt quaedam mediocria, sunt mala plura Quae legis hic: aliter non fit, Avite, liber. (Marcial, Liv. II, Epigr. 16) Acabou de sair, editado pela conhecida Iberoamericana / Vervuet, o volume Del poder y sus críticos en el mundo ibérico del Siglo de Oro. Con contribuciones en portugués (Índice), com coordenação de Ignacio Arellano, Antonio […]

Read More Fábula dos Planetas

Morreu Raquel, morreu minha alegria

— Mais servira, se não fora Pera tão longo amor tão curta a vida! Camões, Soneto “Sete anos de pastor Jacob servia”. A novela moral, Orbe celeste, publicada em 1742 com o pseudónimo Leonarda Gil da Gama, da autoria de Soror Madalena da Glória, apresenta entre as páginas 207 e 259, cento e cinquenta oitavas com […]

Read More Morreu Raquel, morreu minha alegria

dois rios, de Tatiana Salem Levy

Há pessoas que chegam para nos destruir. Outras para nos salvar. Dois rios,  2012, p. 13 Finalizo o artigo para a edição online dos trabalhos apresentados em Salamanca, no congresso La Lengua Portuguesa, organizado por Angel Marcos de Dios no final de maio. Como sempre me acontece, o texto final está bem diferente da comunicação […]

Read More dois rios, de Tatiana Salem Levy

Teografias I: guerra interior, conversão e alegoria

Está disponível online o primeiro volume do projeto Revista Teografias, impresso em 2011. Naquela altura falei da Guerra Interior, de Matias de Andrade, ainda em preparação artigo com o título Guerra Interior: conversão e alegoria. Os objetivos foram cumpridos: Com o estudo desta narrativa alegórica, de edificação, reflexão e didática religiosa, a Guerra Interior (1743), de […]

Read More Teografias I: guerra interior, conversão e alegoria

Romeo and Juliet

Como não te adorar, se só tu és adorável? Como não te amar se só tu és digna do amor? Livro do Desassossego You are a lover. Borrow Cupid’s wings and soar with them above a common bound. Shakespeare, Romeo and Juliet A sala estava decorada com máscaras e cupidos que seguravam grandes corações vermelhos. […]

Read More Romeo and Juliet

A excelência da subversão

Obras de Misericórdia? perguntou Floriteia, “entendo-as em mui diferente sentido que aquele comum, que lhe deu este nome, assim não tenho nenhuma devoção com elas, nem hei-de ter nenhum exercicio”. Agravo e desgravo da Misericórdia, BPMP, ms, fl. 1v. Da subversão nasce a imaginação? Ou o processo é inverso? Artigo em construção: As figuras da ficção […]

Read More A excelência da subversão

Estrada interior

O António José Coelho é um homem gentil. Está mais habituado a ler o que escrevo do que a ouvir-me… e os meus textos não são gagos. Quando foi o lançamento da Guerra Interior em Viseu, falámos na possibilidade de fazer duas entrevistas. Uma está feita, esta de que indico as ligações. Estava ansiosa, pois então. […]

Read More Estrada interior