Skyfall

  Well, I like to do some things the old-fashioned way. (James Bond) Sometimes the old ways are best. (Eve) Skyfall, 2012. Fico muitas vezes quieta a ver o céu e o bailado das nuvens tocadas pelo sol do fim do dia. Únicas e infinitas, cavalinhos a correr pelo azul, tartarugas lentas, navios naufragados, ramas […]

Read More Skyfall

Livraria alfarrabista

*** Comprava livros num alfarrabista quase no cimo da Rua do Comércio onde passava todos os dias. Contava os trocos que sobravam da mesada e pedia ao dono para mos guardar quando não podia comprá-los. Ele não guardava… mas costumavam estar lá quando eu voltava. Não eram caros, nem eram edições boas, nem antigas, nem especiais, […]

Read More Livraria alfarrabista

Topázio

***   Desvio o olhar da serra, quase névoa de luz, para o caminho. Baixo-me e observo. Sento-me no muro e tenho cuidado com o que piso. Cada vez gosto mais de fotografar jóias. Esmeraldas iluminadas e topázios cor de fogo e mel. Nunca mais fui apenas capaz de olhar em volta. Agora vejo. Quem […]

Read More Topázio

Por hoje basta

*** Nolite ergo soliciti esse in crastinum. Crastinus enim dies solicitus erit sibi ipsi: sufficit diei malitia sua. Mateus, VI. 34 Parei aqui. São Mateus faz-me destas coisas: obriga-me a repetir e a repetir as leituras e a voltar mais tarde. São coisas tão simples da vida que reconheço subitamente e que me deixam sem […]

Read More Por hoje basta

O lago quer sonhava ser nuvem

*** Passei por aqui muitos dias da minha vida e em todos eles vi alguma coisa diferente. Acredito que vou pagar um preço alto por não ter experimentado nunca esse estado excelente a que chamam rotina. Ana de Santa Cruz. Não gosto muito de fotografias de paisagem, mas também raramente passo tempo com ela. Parece-me […]

Read More O lago quer sonhava ser nuvem

Miragem: Córdova.

*** Cheguei ontem a casa, já era noite, e deitei-me cedo. Quando me levantei e abri a portada, um manto pesado de geada sobre o quintal gelou-me da cabeça aos pés. Consegui aquecer depois. Entretanto, quando procurava uma fotografia que devo ter arrumado na pasta errada, encontrei as fotografias que tirei em Córdova e que […]

Read More Miragem: Córdova.

Still

*** Há nestes dias, quando o frio faz teias entre o quarto e a sala e o cheiro das lareiras se estende pelas ruas, uma memória pungente da felicidade. Hesitei em escrever isto. Talvez devesse ter escrito “memória pungente dos momentos felizes”, mas isso é pouco. Talvez não nos sejam dados a viver muito e […]

Read More Still

Dias de sombra

*** Um fim de semana de outono de sol intenso e calor. E com a pior dor de cabeça dos últimos meses. Passei o tempo na sombra do quarto, a fugir do barulho e da luz. Fui tomada por um sono intermitente que me embrulhou em sonhos labirínticos e suores frios. Acordava com a pulsação […]

Read More Dias de sombra