Miragem: Córdova.

*** Cheguei ontem a casa, já era noite, e deitei-me cedo. Quando me levantei e abri a portada, um manto pesado de geada sobre o quintal gelou-me da cabeça aos pés. Consegui aquecer depois. Entretanto, quando procurava uma fotografia que devo ter arrumado na pasta errada, encontrei as fotografias que tirei em Córdova e que…

Que feliz fora o mundo se perdida do amor a memória

*** Hoje li a maior parte do pequeno jornal da paróquia enquanto decidia sair ou não do carro e carregar com a mochila para o sétimo andar da faculdade. Chamou-me a atenção um pequeno artigo que falava da memória como suporte essencial para a alegria e para a tristeza. Mas surpreendeu-me uma ideia que não…

De Zahara para ti

En fin, en Carriazo vio el mundo un pícaro virtuoso, limpio, bien criado y más que medianamente discreto. Pasó por todos los grados de pícaro hasta que se graduó de maestro en las almadrabas de Zahara, donde es el finibusterre de la picaresca. Cervantes,  La Ilustre Fregona. Longe estava eu de imaginar que Zahara pudesse ser…

Al-Andalus

E encostou a cabeça na parede rendada, descendo os olhos ao chão. Tímida gazela, rola esquiva, pensou ele, vendo-a no pátio à hora em que os arcos se tornavam dourados e as fontes cantavam histórias de engano. Mas ela sabia e recolheu-se. Havia tempo. Ana de santa Cruz O Real Alcázar de Sevilla preparou-me para toda…

Para lá da sombra

Das sombras espero sempre a luz reveladora. Ana de Santa Cruz O espaço interior é de sombra para os olhos que vêm da luz e do calor. Demorei tempo a perceber a imensidade da catedral, mas cedo entendi bem a forma como a voz popular se referiu à decisão dos cónegos de Sevilha em 1410…

El Salvador

A esta fusão do sublime com os sentidos confusos e ofuscados, da exuberância com as linhas mais puras e límpidas, da beleza mais cristalina com a expressão do sofrimento humano, costumo eu chamar barroco. Como uma aranha enredada na própria teia, uma das teias mais perfeitas da história da arte e da literatura. Ana de…