No meio do caminho

No Meio do Caminho No meio do caminho tinha uma pedra Tinha uma pedra no meio do caminho Tinha uma pedra No meio do caminho tinha uma pedra Nunca me esquecerei desse acontecimento Na vida de minhas retinas tão fatigadas Nunca me esquecerei que no meio do caminho Tinha uma pedra Tinha uma pedra no…

Insolitus

Há um poema de Eugénio de Andrade que fala do insólito e não consigo encontrá-lo. Ele diria tudo o que eu tinha para dizer desta fotografia e da impressão que voltei a ter agora, quase cinco meses depois do registo. Mas não encontro… é uma pena. © Sara Augusto, 2016, Serra da Estrela.

Sunset flower

*** Para mim o insólito tem a ver com um processo mais ou menos nítido de desmarginalização. Esbater linhas que definem limites. Criar espaços ambíguos. E… sempre, criar novos sentidos.  

Hortus conclusus I

Continuo a fotografar flores quase compulsivamente… mas é curioso lembrar-me agora que nunca achei particular graça a fotografias de flores. Enquanto focava umas coisinhas brancas minúsculas, que não teriam mais de cinco centímetros, penso que percebi o porquê! Os grandes planos que me fazem perder o contexto da flor assustam-me… As cores e as formas…

Narrativas do insólito

                No dia 6 de dezembro teve lugar no Centro de Literatura Portuguesa o lançamento do livro Vertentes teóricas e ficcionais do Insólito (Rio de Janeiro: Editora Caetés, 2012), da responsabilidade de Flavio García e Maria Cristina Batalha. Trata-se de um volume que reuniu os trabalhos apresentados no…