Nunca viste o mesmo céu

Nunca houve esta hora, nem esta luz, nem este meu ser. Amanhã o que for será outra coisa, e o que eu vir será visto por olhos recompostos, cheios de uma nova visão. Livro do Desassossego (fragmento 94). Sabes quantas vezes mais verás a primavera? Quantas vezes mais verás as rosas florir às dezenas no […]

Read More Nunca viste o mesmo céu