Clandestino no Chile

“Mas ninguém conseguia detê-lo. Ugo filmava sem parar, sem direcção, num delírio, e quem conhecer por dentro o ofício do cinema sabe muito bem como é impossível orientar ou controlar um operador de câmara em transe.”

Gabriel García Marquez, A Aventura de Miguel Littín Clandestino no Chile.

2 Comments Add yours

  1. Sara Augusto diz:

    Obrigada… ando um bocadinho desleixada com o blogue…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s